Mulher de Fusca

IMG_1608_original

Em tempos de administrar um carro antigo, minhas atenções triplicaram nas ruas para ver outros antigos. E se tem alguma coisa que me tira de sintonia, instantaneamente, é ver uma mulher dirigindo um Fusca.

Não esses modelos novos, cheios de tecnologia que custam uma fortuna.  Fusca mesmo, o original, verdadeiro e único: o Fusquinha. E comecei a imaginar como são tais mulheres, o que elas fazem, o que elas pensam…

Mulher que dirige Fusca antigo atingiu um nível superior na evolução da espécie humana. Ela demonstra segurança, bom gosto, educação e peculiar sofisticação. Se falar francês, então, é um verdadeiro xeque-mate em qualquer homem.

Mulheres são sensoriais, e todas transmitem com gestos parte de suas personalidades, mas a mulher que dirige Fusca e fala francês é de uma inteligência ímpar que, ao entrar no mundo masculino do automóvel, foi sutil e elegante ao escolher o que há de mais charmoso: o Fusca.

girlfusca1Ele não é rápido, não é seguro, muito menos econômico. Mas é gracioso! Tem áurea! Ele quebra, nele se passa calor, mas seus parachoques e calotas cromadas fazem o carro brilhar, e que mulher não gosta de brilhar?  Pois então, sábias estas que dirigem Fusca.

Mas é um brilho diferente e único. Mulheres que dirigem Fusca e falam francês não buscam destaque: buscam “Ser” ao invés de “Estar” e, sem intenção, acabam dando um tapa de luva de pelica no consumismo feminino e na ambição desenfreada que só causa ansiedade.

Mulher que dirige Fusca e fala francês possui valores próprios, sólidos e impenetráveis, e que não adianta você, pobre homem, tentar mudar.  Deve-se apreciar. Elas são raras.

Mulher que dirige Fusca e fala francês é culta. Comentará de bons livros e das melhores uvas. De queijos e viagens, mas também vai ter aquele toque especial de descobrir pechinchas e oportunidades, assim como apreciará convites para comer ceviche no centro da cidade ou andar de bicicleta num domingo qualquer.

Ao abastecer o pequeno besouro, além de receber merecidos elogios pelo carro, trocará figurinhas, dicas com o frentista que tem (ou teve) também um Fusca.  Empatia aguçada tem as mulheres que dirigem Fusca e falam francês. Conversa de tudo e com todos, tratando o porteiro do prédio ao presidente da empresa da mesma forma atenciosa e simpática.

É como água, de fácil adaptação. Entra no botequim para pedir um pão com queijo-minas com a mesma discrição e humildade ao entrar numa reunião de negócios. Espalhafatosa, isso, elas não são.

No entanto, ela não vai te chamar para ir num pagode, muito menos sertanejo. Nada contra esses estilos de música, mas é que mulher que dirige Fusca e fala francês gosta de música boa, rapaz! Se você gosta de barulheiras, traga algo diferente que certamente ela terá curiosidade em querer escutar e, mais ainda, terá uma sinceridade incrível de opinar sobre aquilo que escutou.

Porque mulher que dirige Fusca e fala francês tem sede, insaciável, de aprender. A feira dos imigrantes bolivianos à meditação indiana, assim como a Sala São Paulo e qualquer importante exposição, ela vai querer estar lá.

DSC_0443Essas mulheres que dirigem Fuscas e falam francês são custosas, mas o investimento compensa. Esqueça Los Angeles, esqueça Miami. A viagem com ela será para Estocolmo com uma esticada até Moscou, mas não será surpresa se ela vier com a ideia de mochilar na Patagônia ou alimentar gorilas no Quênia.

Porém, serão muitas as vezes que a balada será no supermercado para preparar algo bom e barato, e assistir um filme. Mulheres que dirigem Fusca e falam francês dão muito valor ao dinheiro que tem, guardam para gastar bem. Elas sabem qual vinho está com bom preço mas, entre legumes e produtos de limpeza nas sacolinhas do supermercado, sempre terá também aquele pedacinho de queijo Maasdam.

Surpreender é o que a mulher que dirige Fusca e fala francês sabe mais fazer, mas ela não faz isso artificialmente. É algo da personalidade que transparece em tudo que faz. É precisa, cirúrgica e sutil nas escolhas e no jeito de levar à vida, e o resto da sociedade tem que entender a superioridade delas, aceitar e, se for inteligente, apreciar o que elas são.

São cheias de personalidade, as mulheres que dirigem Fusca e falam francês. São seguras até para dizer, de forma pura e objetiva, que estão inseguras por alguma coisa ao requisitar um colo.

E gostam de participar da vida de seus carros que, obviamente, tem nome e assim são tratados. Em pouco tempo aprenderão o que é um carburador e como deixa-lo regulado. Saberão guardar aquela lixa de unha para limpar o platinado e terão uma delicada caixa de ferramentas, que raramente serão utilizadas porque essas mulheres sabem conservar seus Fuscas de forma exemplar.

girlbeetleConservar, aliás, é palavra-chave na vida das mulheres que dirigem Fusca e falam francês. Querem (e conseguem!) ter tudo e todos em sintonia, porque o tempo, para elas, é fundamental. O tempo determinará escolhas, já que essas mulheres que dirigem Fusca e falam francês têm coisas e opções incríveis para aproveitar tal tempo.

Elas demorarão 10 minutinhos a mais por causa do Fusca. Mas são sábias porque esses dez minutos, na verdade, elas estão ganhando. Em viver e apreciar cada momento que o Fusca proporcionou.

O Fusca, ou qualquer outro carro antigo que esteja nas mãos de uma mulher, o que para as pessoas próximas foi um ato de rebelião, de nadar contra a correnteza da mesmice, foi a forma encontrada de expressar o Poder de Escolha, principalmente às mulheres, historicamente reprimidas.

A escolha Fusca está longe de ser porque é o  mais caro ou o mais luxuoso. Mulheres que dirigem Fusca e falam francês não estão preocupadas com o que os outros vão pensar, pois só querem, mesmo, é realizar aquilo que sempre desejaram, mas que a sociedade, por muitas vezes, empurrou para ser mais uma dentre milhares.

E ser só mais uma, as mulheres que dirigem Fusca e falam francês, é algo que elas nunca serão.

Ainda bem.

Marcio Vieira

Anúncios

7 Responses to Mulher de Fusca

  1. Natalia disse:

    Apaixonadíssima e encantadíssima com esse teu texto, Marcio (e me perguntando como eu só achei ele agora)

  2. Marcia Helena disse:

    Adorei!!!!

  3. maria geralda moraais freire disse:

    Eu tenho um fusca e não troco, pois ele faz parte de mim.

  4. suelem calado disse:

    Bacana seu texto… não falo Francês… só sei contar até 10 em Alemão, na verdade me parece que vc falava de alguém em particular no seu discurso, mas vou tomar a liberdade de aceitar alguns elogios. Se tiver face, veja meu Fusca 😉 fb/omeufusca

    Felicidades

    • Marcio Vieira disse:

      Olá Suelem, tudo bem? Gosto de criar personagens, e acho que em a Mulher de Fusca eu juntei um pouco de algumas delas, não é específico para uma…
      Vou adicionar seu fusca lá no Facebook.
      bjs

  5. Maitê disse:

    Este tipo de sensibilidade está faltando nas pessoas. A maneira como enxergas de maneira diferente este tipo singulariedade nas mulheres que apreciam Fusca me deixa feliz e ao mesmo tempo triste por saber que são raras as pessoas que nos veêm desta forma.
    Achei fantástico o texto e inclusive aceitei os elogios, que, nesta época de fanatismo por coisas caras e sem nexo, estão praticamente extintos.
    Amo meu Fusca, aprecio todos os modelos e acho que é o melhor carro que existe.
    Obrigada!

  6. Mo, disse:

    Perfeito seu texto! Já tive vários Fuscas, sou apaixonada por esse besourinho. Não falo Frânces ainda, mas me achei em algumas passagens que você escreveu! Obrigada, sensacional!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: