Boteco que se chama boteco não é boteco

A primeira regra na vida de qualquer ser humano, na forma adulta, é entender que “Boteco que se chama Boteco não é boteco.”

Boteco é uma palavra tão grandiosa que, correto também está escrever buteco, com “u” mesmo. Porém, há cerca de uma década e meia começaram a elitizar uma das palavras mais populares da língua portuguesa, transformando-a em locais onde a nobreza quer ser espartana, onde colocam seus i-phones sobre a mesa de madeira da Bohemia, onde penduram na cadeira bolsas que custam ao menos quatro dígitos antes da vírgula e discutem sobre a diferença de preços do Brasil com relação aos outlets estadunidenses.

Botecos que se chamam botecos são obrigados a ter picanha no aquecedor francês, uma boa variedade de queijos alpinos e frutos do mar dourados, sem esquecer, obviamente, daquele chopp cremoso com metade do copo só de espuma custando a bagatela de 6 reais.

Botecos que se chamam botecos têm como objetivo fazer os mais abastados, aos sábados, comerem feijoada de 59 reais por pessoa no buffet, incluindo a farofa e a laranja dividindo o mesmo prato. É para aquelas moças bonitas cobertas por uma malha de lã de carneiros poliglotas do norte da Escócia tirarem a foto e publicar no Facebook, sob o seguinte título: “Nesse friozinho, delícia de Feijoada!”

Para ir em botecos que se chamam botecos, deve-se colocar àquela camisa pólo com vários bordados e um número gigante, e o homem que não usar a meia soquete escondida no sapatenis bege desbotado pagará um mico gigantesco, que não adianta nem ter coragem para conversar com a guria que enfiou a calça jeans para dentro da bota de montaria.  Ah, e jogue fora essa corrente prateada! Já passou a moda de penduricalhos gritantes, rapaz! É chique ser minimalistamente arrumado, benhê!

Quando te convidarem para ir no boteco que tem boteco no nome, prepare o bolso. Tanto que hoje faz parte inserir no convite aos botecos que se chamam botecos, informar que tem cerveja de garrafa, assim há botecos que se chamam boteco para quase todas as classes, à todos poderem beber sem peso na consciência de rasgar dinheiro.

E para o outono-inverno, convidar as amigas para uma sopinha no boteco que tem boteco no nome faz parte da programação. É obrigatório, afinal, suportar 15 graus positivos, um friozinho e tanto, para postar no Face, mostrando o cachecol mais peludo que o Garfield. São só vinte reais o manobrista, fora o trânsito nos arredores, mas com aquele aquecedor de botijão ao lado da mesinha de madeira, fica tudo muito charmoso, ideal para planejar a ida à Campos para um vinhozinho.

É preciso tirar do armário aquelas blusas de frio, oras!  São investidos centenas, milhares de reais para dois meses de friozinho. É necessário mostrar como ser fino no boteco que se chama boteco do Itaim Bibi ou Vila Madalena. Aliás, todo boteco que se chama boteco tem, no complemento do nome,  santos e santas. Se for o Boteco Santa Fulana, prepare pela facada no bolso!

Enquanto isso, no buteco que se chama Lanches Odair, Bar do Almir ou no Restaurante Vila Joaniza, eles não querem se chamar de buteco, mas sabe que são. As mesas de plástico, a parede repleta de Velho Barreiro e o cardápio de uma folha só, bem diferente daquele de couro do Boteco Santo Luxo, já demonstra tudo.

Buteco tem um piso qualquer, de preferência de cor escura, muito diferente do quadriculado Boteco Santa Requinte, o qual duvido que o garçom tira a bandeja de torresmo e pede para você escolher, ou que faça X-Salada ou X-Churrasco com Vinagrete. Buteco faz qualquer coisa das seis da manhã à meia-noite, e a feijoada custa R$14,90.

Marcio Vieira

Anúncios

5 Responses to Boteco que se chama boteco não é boteco

  1. Rafa disse:

    Muito boa Marcito… boteco é para “ver e ser visto”… buteco é pra nóis!!! Quando quiser tomar uma Skol e dividir uma porção de “qualquer coisa pra beliscar” dá um toque. É claro que não vai ser no “Santa não sei do que”! Hahahahaha… grande abraço!!!

  2. Aline disse:

    Sexta-feira passada estava eu, no nosso querido Pinguim, comendo AQUELE torresmo com uma Serra Malte extra gelada, e pensando exatamente nessas coisas. Depois de pagar a conta de R$18 por cabeça, eu e minhas amigas saímos de lá felizes da vida, pensando no próximo boteco! 🙂

  3. Eu já tenho um bar, mas no mês de junho devido aos festejos juninos quero colocar um ponto para venda de cachaça e petisco. Pensei em colocar buteco do …. Aí me veio a dúvida “Buteco ou Boteco”, pesquisando pela Rede Mundial, encontrei esse ótimo texto de Márcio Vieira, prontamente mandei fazer uma enorme placa com o nome do meu estabelecimento no São João de Ibicuí/Bahia
    “nosso buteco é com “u” mesmo… BU!!!”

  4. Republicou isso em Arquiteto Daltônicoe comentado:
    Este texto do Marcio Vieira resume o conceito de “buteco” (com U mesmo), que tento explicar nas aulas de Projeto de Restaurantes e Bares na pós-graduação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: